Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil é a menor de 2021, aponta Imperial College


 A taxa de transmissão do coronavírus no Brasil caiu para 0,88, segundo o Imperial College de Londres. Isso significa que cada 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 88. Essa é a taxa mais baixa desde novembro de 2020, quando o número era de 0,68.
Pela margem de erro das estatísticas, essa taxa pode ser maior (Rt de até 0,96) ou menor (Rt de 0,77). Nesses cenários, cada 100 pessoas com o vírus infectariam outras 96 ou 77, respectivamente.

Esta é a terceira semana consecutiva que o dado permanece abaixo de 1 . Segundo os epidemiologistas, os surtos começam a ser controlados quando a taxa de transmissão fica por pelo menos duas semanas seguidas neste patamar.
Simbolizado por Rt, o "ritmo de contágio" é um número que traduz o potencial de propagação de um vírus: quando ele é superior a 1, cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e a doença avança.
Veja a taxa de transmissão no Brasil nas últimas quatro semanas:


13 de junho: 1,07
20 de junho: 1,13
27 de junho: 0,98
04 de julho: 0,91


Situação das mortes no Brasil
Nesta segunda-feira (12), o Brasil registrou o menor número de casos em 24 horas desde janeiro: 18.824. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 44.705 novos diagnósticos por dia – a mais baixa desde 18 de fevereiro (quando estava em 44.621).

O país registrou 765 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando a um total de 534.311 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.297, uma variação de -19% em comparação à média de 14 dias atrás. É o 16º dia seguido de queda nesse comparativo.


Com informações do G1

0/Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem