Athletico sai de lista da CBF e perde o certificado de clube formador pela primeira vez

 Pela primeira vez desde a criação da lista em 2012, o Athletico ficou fora dos clubes que possuem o certificado de formador, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A relação foi atualizada no início de abril e possui 28 times - o Corinthians também não está. Entre os paranaenses, apenas o Coritiba segue certificado (veja todos no fim da matéria).



A CBF não informa o motivo da exclusão da certificação. Através da assessoria de imprensa, a entidade apenas informa que o Athletico não preencheu todos os requisitos necessários. Mais tarde, quando a reportagem do ge voltou a procurar a CBF, a entidade completou que falta um documento e que ele já foi pedido ao clube para dar prosseguimento ao processo. Procurado, o Furacão não se pronunciou.

Para estar na lista é preciso seguir a Lei Pelé, que possui requisitos como: programa de treinamento esportivo e escolar; transporte; laudos, licenças ou alvarás atualizados; assistência médica, psicológica e odontológica; boa condição de alimentação, higiene, segurança e salubridade nas instalações do CT e alojamento, entre outros.

A certificação da CBF tem a duração de um ano, renovável para o mesmo período. Até dois anos atrás, a CBF separava o CCF em categorias A e B, independentemente da divisão, mas unificou e padronizou o processo.

Vale destacar que a falta do certificado de clube formador não impede que o Athletico faça contratos com atletas da base. A diferença é de que o Furacão não terá direito às indenizações previstas na Lei Pelé e dos benefícios do CCF.

0/Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem